VOCÊ É O VISITANTE Nº

Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Timbaúba ganha Escola Técnica e obras de abastecimento d’água


Em mais uma etapa da agenda que cumpriu na terça-feira dia 23 de fevereiro na Mata Norte pernambucana, o governador Eduardo Campos inaugurou, no município de Timbaúba, a Escola Técnica Miguel Arraes de Alencar. O estado investiu R$ 3,9 milhões na implantação da unidade que tem capacidade para 320 estudantes.
Para o governador, esse é o momento da virada pernambucana no jogo da educação. “A Mata Norte era a única região do Estado que não tinha uma única escola técnica, e estamos abrindo três de uma só vez: aqui, em Carpina e em Goiana. E pra quê? Está provado que para atrair investimentos é preciso construir os alicerces. A educação é fundamental, vimos isso acontecer na Coréia, nos EUA, na China. Chegou a hora de Pernambuco”, afirmou Eduardo Campos.
A Escola Técnica Miguel Arraes terá 160 vagas para o ensino médio integrado ao profissionalizante, enquanto as restantes destinam-se a jovens e adultos que concluíram o ensino médio e desejam uma certificação profissional. Aerton Gomes,17, do curso técnico de informática, disse que, ainda em 2007, ficou ansioso com a possibilidade de ter uma unidade em Timbaúba. “Ainda naquela época, pensei: ‘quero estudar nessa escola’, e fui vendo o projeto acelerando e ficando pronta a cada dia. Agora está inaugurada”, afirmou o jovem, que sonha em trabalhar numa empresa de softwares.
OUTRAS AÇÕES - Ainda em Timbaúba, o governador inaugurou simbolicamente a Academia das Cidades do município, que custou R$ 444.198,09. Assinou ainda a ordem de serviço para as obras da primeira etapa da ampliação do sistema de abastecimento de água do município, no valor de R$ 4,6 milhões. Com isso, a capacidade das adutoras vai aumentar em 60%, melhorando a distribuição de água para os moradores. O governo vai investir ainda R$ 600 mil num projeto de esgotamento sanitário.
“As obras começam imediatamente e têm prazo de um ano. Na prática, vamos organizar a rede de distribuição, porque Timbaúba tem muitos morros, dificultando a chegada da água. Vamos fazer uma modernização do sistema”, explicou o secretário de Recursos Hídricos, João Bosco.

Estiveram presentes ao evento o secretário de Educação, Danilo Cabral, o secretário das Cidades, Humberto Costa, o prefeito de Timbaúba, Marinaldo Rosendo, o deputado Estadual, Guilherme Uchôa, e a deputada Federal, Ana Arraes.




A Parte do Leão



Começa nesta segunda-feira, a entrega da Declaração do Imposto de Renda 2010 (ano-base 2009). O programa para o IR estará disponível a partir das 8h desta segunda. Para facilitar o acesso do contribuinte, o iG também vai disponibilizar o download do programa.


O Receitanet – programa que valida e transmite pela Internet as declarações de imposto e contribuições federais de pessoas físicas e jurídicas – está disponível no site da Receita desde o dia 20 de fevereiro. Para adiantar a entrega, o contribuinte pode fazer desde já o download.

A entrega deve ser feita até o dia 30 de abril, 23h59. O contribuinte que não fizer a entrega da Declaração terá que pagar uma multa que pode variar entre R$ 165,74 até 1% ao mês sobre o imposto devido até o limite de 20%.

Regras

As regras para este ano trazem algumas mudanças. A mais importante e que deve atingir um número maior de contribuintes é o aumento do valor de bens que torna obrigatória a entrega da Declaração. Até o ano passado, estavam obrigadas a declarar IR as pessoas com bens e direitos acima de R$ 80 mil. Neste ano, o valor subiu para R$ 300 mil. Com a nova regra, um número maior de pessoas ficará isenta da declaração.

Os limites de renda para a obrigatoriedade na entrega da Declaração foi reajustado para R$ 1.434,59 por mês. A dedução de Dependente e Educação na Declaração do IR também foi corrigido. No caso de Dependente, o valor anual foi para R$ 1.730,40. Para Educação subiu para R$ 2.708,94.

Outra alteração é a não obrigatoriedade de entrega da declaração para sócio de empresa, desde que não se enquadre em outra hipótese de obrigatoriedade. No ano passado, cerca de 5 milhões de contribuintes entregaram Declaração por se enquadrarem nesta condição.

No próximo ano, já se sabe que uma das mudanças será o fim da entrega de Declaração em formulário.

Leia mais sobre: Imposto de Renda