VOCÊ É O VISITANTE Nº

Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 10 de outubro de 2009

ITAQUITINGA GANHA COMPLEXO PRISIONAL


GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS DÁ ORDEM DE SERVIÇO PARA CONSTRUÇÃO
.





Nesta sexta-feira (09/10), pelo governador Eduardo Campos deu início às obras de construção do Centro Integrado de Ressocialização (CIR), na cidade de Itaquitinga, Mata Norte do Estado, em mais uma iniciativa do programa Pacto pela Vida que sai do papel para mudar a segurança pública de Pernambuco. A cerimônia de lançamento da pedra fundamental e de assinatura da Ordem de Serviço aconteceu no próprio local onde o CIR será instalado.
Em discurso, Eduardo criticou a manutenção de presídios num local com vocação turística como Itamaracá: “Vimos esse destino turístico ser destruído aos olhos de todos. Não era preciso destruir um dos maiores destinos turísticos do Brasil, as praias, a beleza natural e os mangues que temos no Litoral Norte, para construirmos a beleza de Porto de Galinhas, Gaibu, Tamandaré e outras praias do Litoral Sul”, criticou.
Com capacidade para receber 3.126 internos, o Complexo receberá os detentos das penitenciárias Professor Barreto Campelo e Agroindustrial São João (PAI), ambas em Itamaracá. Com capacidade para 1.140 presos, a Barreto Campelo hoje dispõe de apenas 18 vagas enquanto a PAI tem uma população carcerária de 1.499 presos onde deveriam estar apenas 630. Um déficit de 869 vagas que será resolvido com a construção da nova unidade.
O valor da construção do CIR é de R$ 287 milhões. Deste montante, R$ 230 milhões serão emprestados pelo Banco do Nordeste à SPE Reintegra Brasil, empresa vencedora da licitação e que ficará responsável pela obra. Os outros R$ 57 milhões serão de recusos próprios da empresa. Após o complexo entrar em operação, o Governo do Estado vai pagar uma mensalidade à SPE Reintegra Brasil durante 30 anos, de acordo com o número de presos abrigados.
Durante os 18 meses da sua construção, três mil trabalhadores locais serão contratados, o equivalente a 78% do número de empregos gerados hoje em Itaquitinga, que tem menos de 15 mil habitantes. Após a inauguração, serão 1.200 pernambucanos trabalhando com carteira assinada. “Esse investimento faz parte do sonho do povo de Itaquitinga que procura dias melhores e mais prósperos. Dessa forma, Itaquitinga caminha para ser o município de mais destaque em toda a Mata Norte do Estado”, agradeceu o prefeito Giovani Oliveira.

MAIS DETALHES NA PRÓXIMA EDIÇÃO DO JORNAL DETIMBAÚBA - FINAL DO MÊS

Nenhum comentário:

Postar um comentário