VOCÊ É O VISITANTE Nº

Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 27 de março de 2010

Ciranda de Goiana e filarmônica de Timbaúba são primeiros finalistas do Observa e Toca itinerante


Na seletiva se apresentaram as bandas Sociedade Beneficente XV de Novembro (Vicência), Macumbá (Goiana), Frevo Sanfonado Orquestra (Timbaúba), Banda Caçuá de Mangai (Goiana), Ciranda do Rosildo e Seus Cabras da Peste (Goiana), Mestre Manoel Pereira (Ferreiro), Ítalo Pay e a Zabumba Mundi (Goiana) e Coco de Sebastião Grosso (Goiana).

Comissão julgadora divulgou no final da noite desta sexta-feira(26/03) os vencedores da etapa da seletiva na Mata Norte


Imprensa Fundarpe

Priscilla Buhr/ Fundarpe

Descrição da imagem

A Ciranda do Rosildo e Seus Cabras da Peste, de Goiana, é uma das vencedoras

O projeto itinerante Observa e Toca, que teve a sua primeira seletiva no Festival Pernambuco Nação Cultural da Mata Norte, em Goiana, anunciou no final do segundo dia de shows, nesta sexta-feira, os dois finalistas da região: a Ciranda do Rosildo e Seus Cabras da Peste (Goiana) e a Sociedade de Cultura e Música 1º de Novembro (Timbaúba). As duas bandas já garantiram apresentações nos próximos festivais e ainda concorrem com os finalistas das outras regiões à gravação de um DVD ao vivo na Torre Malakoff, no Recife, no final do ano.
Ao todo, foram 15 grupos da Mata Norte que subiram ao palco na Avenida Nunes Machado, em Goiana, nas noites da quinta e sexta-feira (25 e 26), e fizeram shows com um repertório entre 3 e 5 músicas, numa verdadeira mostra do que é produzido culturalmente nestes municípios. Para celebrar, o final das apresentações foi brindado com o show do cantor Josildo Sá, que cantou seus sucessos de samba de latada.
O objetivo do projeto é, além de incentivar novos talentos, reconhecer a importância de grupos mais antigos de cada região e dinamizar a cena da cultura local. O próximo passo do Observa e Toca será dado no Sertão Central, onde a seletiva ocorrerá em maio, durante o Festival Pernambuco Nação Cultural em São José do Belmonte, entre dos dias 24 e 30.
FINALISTAS - Fundada em 1989, a Ciranda do Rosildo e Seus Cabras da Peste de Goiana, impressionou pelo ritmo contagiante da ciranda, mas principalmente por uni-la ao marcante trombone comandado pelo cantor. Já a Sociedade de Cultura e Música 1º de Novembro é uma filarmônica conquistou o público e a comissão julgadora ao apresentar composições próprias. A banda mantém, paralelamente, uma escola de ensino musical para os jovens de Timbaúba.

Um comentário: