VOCÊ É O VISITANTE Nº

Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 20 de março de 2010

Festival Pernambuco Nação Cultural 2010 começa em Goiana

.

Município da Mata Norte é a primeira parada dessa grande celebração cultural. Até dezembro, serão 11 cidades percorridas, valorizando as manifestações de cada região.

O mês de março inaugura a temporada 2010 do Festival Pernambuco Nação Cultural, um período de celebrações em todas as regiões do Estado, que tem como característica a diversidade de manifestações artísticas. A partir do dia 24 deste mês até o dia 13 de dezembro, o pernambucano contará com um cardápio cultural repleto de atrações, discussões sobre política cultural, entre outras atividades. Ao todo, haverá nada menos que 11 festivais, totalizando 75 dias de programação com oficinas, fóruns, shows, espetáculos cênicos, recitais mostras de cinema e performances artísticas.

Esse formato, realizado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), faz parte da política de difusão cultural do Estado cujo objetivo é interiorizar as ações do Governo na área da cultura, garantindo um desenvolvimento sustentável.

E a primeira parada dessa grande celebração cultural será no município de Goiana, na Mata Norte, a terra dos caboclinhos. A festividade, com foco na cultura popular, ocorre entre os dias 24 e 30 de março. Em seguida, vem a etapa do Sertão Central, mais precisamente no município de Festival é São José do Belmonte. O local serviu de inspiração para Ariano Suassuna escrever seu romance d’A Pedra do Reino e, por isso, é lá que a festa, entre os dias 24 a 30 de maio, tem foco na Literatura. Entre as manifestações típicas, pode-se destacar a Cavalgada da Pedra do Reino e a Cavalhada.

O terceiro município a receber o Pernambuco Nação Cultural é Garanhuns, no Agreste Meridional, considerado o pólo agregador de todas as linguagens culturais e o mais importante festival cultural do Estado. É assim há 19 anos, quando foi fundado, e continua, até hoje, a reunir milhares de pessoas durante 10 dias ininterruptos. A celebração de 2010 já tem data marcada: será entre os dias 15 e 24 de julho. As cerca de 1 milhão de pessoas que visitam a Cidade das Flores nesse período já sabe o que as esperam: além de clima ameno, uma infinidade de atrações, desde shows de música erudita, instrumental e pop, até peças de teatro, mostras de cinema, recitais de poesia, espetáculos de cultura popular e performances artísticas. Tudo de graça.

O Festival Pernambuco Nação Cultural prossegue e pede parada no Sertão do Pajeú, na charmosa cidade de Triunfo, a cerca de 1.200 m acima do nível do mar. Acolhedora, a cidade recebe turistas de todas as partes do estado para festejar a tradicional Festa dos Estudantes e, em seguida, a terceira edição do Festival de Cinema de Triunfo, que ocorrem a partir do dia 23 de julho até 1º de agosto. As atividades serão realizadas em torno da temática do audiovisual.

Pesqueira, no Agreste Central, a terra do doce e da renda, terá como foco o artesanato. E é justamente a Renascença, o tipo de renda mais produzido na cidade, que empresta nome ao principal evento da região. A data da Festa da Renascença é entre 2 e 8 de agosto. No Agreste Setentrional, o Festival aporta em Taquaritinga do Norte, entre os dias 9 e 15 de agosto. É a Festa das Dálias, que concentra suas atividades na área de moda e design.

Gravatá, também no Agreste Central, vem na sequência, com a Festa da Estação, entre os dias 16 a 22 de agosto. Nessa etapa, gastronomia, artes plásticas e artesanato são destaque.

No mês de setembro, a Fundarpe convoca todos os pernambucanos a conhecerem uma das regiões mais prósperas do estado: o Sertão do São Francisco. É lá que se encontra a movimentada cidade de Petrolina, que abriga a Festa da Primavera, entre os dias 20 e 26 de setembro. Conhecida pelos vinhedos e plantações de frutas tropicais, irrigados com a água do Velho Chico, o município será brindado com várias atrações de artes cênicas.

Na Mata Sul, Palmares sedia a maratona cultural da Fundarpe, unindo o Festival Pernambuco Nação Cultural ao tradicional Forromares. De 18 a 24 daquele mês, a terra do poeta Ascenso Ferreira não terá somente a como foco literatura, mas também a música, especialmente o forró. No mês de novembro, a festa volta ao Sertão, na região de Itaparica, para, entre os dias 16 a 21, a população comemorar a Festa das Etnias. Será a ocasião para se celebrar as culturas indígena e quilombola.

E para fechar o ciclo de festividades, discussões e atividades culturais, o Festival chegará à última etapa de 2010, no município de Exu, no Sertão do Araripe, onde nasceu e foi criado o Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Forró não pode faltar nessa festa, que vai de 6 a 13 de dezembro, data do aniversário de nascimento de Gonzagão. Outro ponto que merece destaque é o artesanato em couro, que também será valorizado por meio de realização de oficinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário